Início » Hoje, Homenagem ao Engenheiro Emilio Hoffmann Gomes

Hoje, Homenagem ao Engenheiro Emilio Hoffmann Gomes

Hoje, dia 11 de maio, o Instituto de Engenharia do Paraná irá homenagear o Engenheiro Emilio Hoffmann Gomes, com a inauguração da placa com seu nome na sala destinada às reuniões do Banco de Ideias, no 5º andar do IEP.

• Data: 11/05/2022 (hoje)
• Horário: 15h00
• Local: Sede do IEP – 5º andar

Engenheiro entusiasta do Banco de Ideias do IEP, precursor das Câmaras Técnicas, associado ao Instituto de Engenharia do Paraná, Membro da Academia Paranaense de Engenharia – APE e ex-governador do Paraná, o engenheiro Emilio Hoffmann Gomes, nasceu em Ponta Grossa, Paraná, em 19 de julho de 1925, filho de Ezequiel Gomes e Maria Hoffmann Gomes. Fez o curso fundamental na cidade de Irati, transferindo-se depois para Faculdade de Engenharia do Paraná, tendo obtido grau em 1949. No ano seguinte, passou a trabalhar no Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado do Paraná como auxiliar de engenheiro. Diplomando-se engenheiro rodoviário em 1949, retornou à sua cidade natal e começou a trabalhar na Companhia Paranaense de Obras e Melhoramentos, que então construía uma estrada entre Irati e Relógio. Em 1951, tornou-se engenheiro da prefeitura de Irati, exercendo essa função até 1956. Foi ainda presidente do Sindicato dos Engenheiros do Paraná, de 1961 a 1962.

Em 1961 filiou-se ao Partido Democrata Cristão e disputou as eleições para a Câmara dos Deputados.

Eleito e reeleito duas vezes, cumpriu com eficiência três mandatos parlamentares, tendo ocupado cargos na comissão executiva daquela Casa do Congresso Nacional.

Exerceu ativa participação nas comissões técnicas. Integrou algumas comissões parlamentares de inquérito, entre as quais a que tratou das questões da Rodobrás e da indústria automobilística. Como representante da Câmara dos Deputados, em 1967, participou da Reunião Plenária do Parlamento Latino-Americano em Quito, Equador. Posteriormente, na Guatemala.

Com a vacância do governo, face a morte prematura do governador Pedro Viriato Parigot de Souza, Emilio Hoffmann Gomes foi eleito, por via indireta, pela Assembleia Legislativa, para cumprir o restante do mandato governamental. Sua eleição foi tranquila, dado o seu alto conceito na política paranaense e nacional, e porque representava a continuidade do processo de pacificação política em andamento. Foi nomeado, mais tarde, auditor do Tribunal de Contas do Paraná, onde se aposentou.

A partir de 2007, participou do banco de ideias do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), grupo de estudos responsável pelo projeto do trem de alta velocidade entre Curitiba e São Paulo, buscando atrair a atenção de investidores chineses para a iniciativa. Em dezembro 2008, foi eleito por centenas de profissionais da área o engenheiro do ano do Brasil e do Paraná, recebendo a premiação em solenidade organizada pelo IEP e pela Federação dos Engenheiros do Paraná (Febrae).

O IEP teve a honra de poder contar com sua ativa participação na entidade e o homenageia designando a sala do 5º andar de seu edifício como Sala Engenheiro Emilio Hoffmann Gomes, local que tradicionalmente frequentava junto com o grupo do Banco de Ideias.

Confirmação de presença via WhatsApp: (41) 98527-2640